Escrito em Abril 7th, 2009 às 9:00 am por

Seja o primeiro a comentar

A revolução da comunicação que está a dar origem à sociedade da informação, está a encher o mundo de aparelhos electrónicos. Consegue-se ter rede de telemóvel no meio de África ou enviar um e-mail aos amigos do seu computador portátil enquanto se voa sobre o oceano Atlântico. A tecnologia é óptima, mas traz um preço consigo: resíduos electrónicos que temos mais tarde ou mais cedo que fazer a sua reciclagem, se não queremos correr o risco de morrer-mos todos intoxicados com os resíduos químicos que os equipamentos electrónicos libertam para o ambiente.
Os resíduos electrónicos são o segmento dos aterros municipais em maior crescimento por todo o mundo. E também não são resíduos «bons». Os ecrãs de computador contêm chumbo. As baterias levam lítio. E, depois, há o zinco, o mercúrio e o cobre que estão nas entranhas das maquinarias de hoje em dia. Quando queimadas, estas coisas envenenam o ar que respiramos. Quando deixadas em pilhas, as toxinas escorrem para o chão e contaminam o solo e a água do solo.

Ou faz-se a reciclagem, ou temos o maior problema ambiental da humanidade

Cerca de 130 milhões de telemóveis são deitados fora todos os anos. Haverá tantos descartados todos os anos quantos os adquiridos.
Tendo em conta que existem cerca de dois mil milhões de telemóveis no planeta, são muitos pequenos ecrãs.
Agora, adicione 50 milhões de ecrãs de computador e fica uma pilha que, se os tivesse uns em cima dos outros, ultrapassava o satélite que orbita mais longe da Terra.
E isto nem sequer tem em conta todas as máquinas de fax, os computadores e os telemóveis cheios de pó que descansam nas caves e nos sótãos das pessoas.
De acordo com algumas estimativas, há mais uns dois mil milhões deste tipo de produtos electrónicos que ainda não chegaram ao lixo.
Não é que se possa simplesmente deitar estes produtos fora com o lixo. Muitos estados possuem leis que exigem que as pessoas se desfaçam dos computadores, das televisões, dos telemóveis e de outros aparelhos electrónicos da mesma forma com que o fariam com resíduos perigosos, através de agências de recolha especiais.
Na Europa, certo tipo de electrónica está até proibido de ser vendido.

É Urgente Fazer a Reciclagem dos Aparelhos Electrónicos

, ,

Seja o primeiro a Comentar.

Deixe Mensagem

CommentLuv badge