Escrito em Junho 2nd, 2009 às 6:12 pm por

Seja o primeiro a comentar

As férias em família que devoraram o planeta

O turismo é o terceiro maior negócio de retalho dos Estados Uni­dos, depois dos negócios de automóveis e das lojas de alimentos.

E uma indústria de 923 mil milhões de euros. Isso quer dizer que as pessoas gastam uma média de 2,4 mil milhões de euros por dia em bens e serviços relacionados com viagens. Diariamente, são alugados uns 2,6 milhões de quartos de hotel e feitos cerca de 30 mil voos comerciais. Quase toda a gente na América – 91 por cento dos adul­tos – tira férias para passar treze dias por ano a fugir das suas roti­nas do dia-a-dia. Quinze por cento dos viajantes americanos voam (96 por cento ficam nos Estados Unidos, quatro por cento vão para o estrangeiro), 82 por cento vão de carro, e três por cento viajam de autocarro, comboio ou barco.

Toda esta movimentação de um lado para o outro traduz-se num enorme consumo de energia. E a maior troca por toda essa diversão. E também é uma grande troca pelo trabalho, sendo que grande parte das viagens de negócios é feita por via aérea.

Na verdade, as viagens aéreas estão a tornar-se rapidamente no maior contribuidor de emissões de gases de efeito de estufa. Há cada vez mais pessoas a voar; cerca de 750 milhões de pessoas voam pelos Estados Unidos a cada ano. Isto causa mais toxinas no ar a maiores altitudes, o que pode ser mais prejudicial ao ar e à camada do ozono do que as emissões ao nível do solo.

Para além das viagens, as pessoas de alguma forma desperdi­çam baldes e baldes de água quando estão de férias: a indústria de turismo utiliza 353 mil milhões de litros de água por ano, quatro por cento do total de consumo comercial dos Estados Unidos. Um quarto de hotel normal consome 785 litros de água por dia. Isso é quase tanto quanto um agregado familiar dos EUA gasta diaria­mente!

Mas não é só o consumo de água quando as pessoas estão de férias que pode constituir um problema. As vezes, são os oceanos, os lagos, os rios e os pântanos que são utilizados para recreação. Ao andar de barco, nadar, andar de canoa, de bóia, ou fazer mergulho, os turistas podem causar danos aos ecossistemas, ao fazerem lixo, poluírem ou andarem sobre habitats aquáticos frágeis (tais como recifes de coral). O mesmo pode acontecer ao fazerem caminhadas. Um ou dois turistas podem não prejudicar visivelmente, mas cen­tenas, com o tempo, podem causar danos substanciais a áreas natu­rais, assim como a padrões de alimentação e vida selvagem. Isto é importante, tendo em conta que acampar é a actividade de exterior número um na América.

Tendo tudo isto em mente, criámos os «Passos Simples» para que não sejam mais do que isso mesmo. Tomando todos os pontos da Perspectiva Geral em consideração, permitem-lhe ter o maior impacto planetário positivo com a menor quantidade de esforço.

Viagens

, , , ,

Seja o primeiro a Comentar.

Deixe Mensagem

CommentLuv badge